Notícias

18 de março, 2016

Fotos na Mostra Caminhos e Pegadas


No total, serão expostas 107 fotos, em duas salas, ligadas por um ambiente que as raízes estilizadas de uma árvore conduzem o visitante entre os espaços
1203_cartazecomuseu

Apaixonado pela natureza, o jornalista e fotógrafo Marcos Sá Corrêa se embrenhou nas matas do Parque Nacional do Iguaçu durante um ano, onde produziu cerca de cinco mil fotos. Ali estão as Cataratas, em toda a sua exuberância, mas também animais de todas as espécies, inclusive insetos, das borboletas às aranhas, e até as pegadas deixadas por homens e bichos na mata. E é uma parte desse trabalho que será mostrada no Ecomuseu de Itaipu, na mostra Caminhos e Pegadas.
A abertura será no próximo dia 22, às 19h30, com a presença do próprio Marcos Sá Corrêa, que está em processo de reabilitação desde que sofreu um acidente doméstico, em fevereiro de 2011, quando bateu a cabeça ao cair da escada de sua casa. Marcos virá acompanhado da esposa, Ângela Maria Corrêa. Convidados especiais,como Kiko Brito, um dos fundadores da agência de notícias ambientais O Eco (os outros são o próprio Marcos e Sérgio Abranhes), e a colunista de O Globo DorritHarazim, entre outros, já confirmaram presença.
Segundo o superintendente de Comunicação Social de Itaipu, Gilmar Piolla, essa exposição é, ao mesmo tempo, uma homenagem a Marcos Sá Corrêa pela grande contribuição que ele deu ao parque, um patrimônio naturalda humanidade, com seus registros fantásticos, e também à população e turistas aos que visitarem Foz do Iguaçu. “Quem passar pelo Ecomuseu poderá conferir o legado deixado pelo Marcos, para as futuras gerações, sobre a história pura dos 185 mil hectares de Mata Atlântica mais preservados do Brasil traduzidos em imagens”, diz Piolla.
Mostra
No total, serão expostas 107 fotos, em duas salas, ligadas por um ambiente que as raízes estilizadas de uma árvore conduzem o visitante entre os espaços. Cada foto, mais que o registro de um momento, de uma vida silvestre, traz a marca da paixão de um artista e também de um especialista na história da conservação dos parques nacionais do Brasil.

Não há comentários aprovados neste post!

Curta e Compartilhe