SBI

16 de maio, 2016

Haitiano é vitima de agressão no Centro de Foz do Iguaçu, no Paraná


foto_Getho-400x533
Ele seguia para Cafelândia para visitar a filha quando foi atacado e ferido. Estrangeiro deve passar por exame de corpo de delito nesta segunda (16).

Do G1 PR, com informações da RPC em Foz do Iguaçu

Um haitiano de 33 anos foi agredido por um grupo de jovens na madrugada de sábado (14) na Avenida Brasil, no Centro de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Segundo testemunhas, o estrangeiro, que é estudante do curso de administração pública e políticas públicas na Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), foi atacado por pessoas que estavam em um bar. Ele ia para a rodoviária, de onde seguiria para Cafelândia, também no oeste, para visitar o filho.
O caso deverá ser registrado na delegacia da Polícia Civil na tarde desta segunda-feira (16) em Foz do Iguaçu, onde o estudante também deve fazer o exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal (IML). Procurado, o estrangeiro disse ter sido orientado a ainda não falar sobre as agressões. Como o inquérito ainda não foi instaurado, a polícia não sabe dizer se a agressão foi motivada por racismo, por uma discussão ou se o estudante, de 33 anos, foi vítima de uma tentativa de assalto.
Segundo um taxista que preferiu não ser identificado, o estrangeiro se aproximou do ponto já ferido e assustado. “Era por volta de umas 4h30, quando ele se aproximou correndo, desesperado, todo ensanguentado e meio tonto com uma mochila nas costas e o celular na mão, falando ‘ladrão me pegou, ladrão me pegou, ladrão me pegou’. Aí ajudei, coloquei ele sentado na calçada e chamei a Guarda”, lembrou.
De acordo que o diretor da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu, Gerson Rodrigues Vieira, agentes em patrulhamento pela região foram informados de que um homem havia sido agredido por um grupo com chutes e garrafadas. “Diante da situação grave em que ele estava, foi acionado o Siate, que foi até o local, fez o atendimento e o conduziu até o hospital”, comentou ao explicar que o relato das testemunhas e dos guardas será encaminhado à Polícia Civil.

Não há comentários aprovados neste post!

Curta e Compartilhe


Horário das orações:


Foz do Iguaçu

Busca

Arquivos

Tag