SBI

02 de fevereiro, 2017

Projeto de Anice é suspenso na primeira sessão


anice
Anice mantinha página mas esta fora do ar

Sônia Inês Vendrame

O único projeto constando da ordem do dia da Primeira sessão de 2017 na Câmara de Vereadores de Foz, era de autoria da vereadora presa Anice Gazzaoui (PTN). O pedido era para padronizar as calçadas de Foz.
A ausência da autora que cumpre prisão preventiva desde o dia 15 de dezembro fez com que o presidente da Câmara, Rogério Quadros suspendesse o trâmite. “Como a vereadora não esta presente esse projeto esta suspenso até segunda ordem”.
Anice foi presa no dia 15 de dezembro de 2016, acusada pela Polícia Federal, na Operação Pecúlio de receber “mensalinho por falsa oposição”. Desde então ela tem recorrido sem sucesso para a libertação.
Entenda o Caso
A vereadora Anice Gazzaoui (PTN), de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, voltou para a cadeia depois de tomar posse do cargo para o qual foi reeleita nas eleições de outubro de 2016. A parlamentar está presa desde o dia 15 de dezembro, quando foi deflagrada a 5ª fase da Operação Pecúlio, da Polícia Federal.
Ela e outros onze vereadores são suspeitos de receber propina e de fazer indicações de nomes para cargos na prefeitura e em empresas contratadas pela administração municipal. Deste total, dez permanecem presos.
Anice, que por ter diploma de curso superior está presa em uma sala do Batalhão da Polícia Militar, deixou o local no início da tarde de quarta (11) e seguiu para a Câmara, onde fez o juramento e assinou o termo de posse como vereadora para a atual legislatura.
Servidores da Casa conduziram a oficialização, que não chegou a ser acompanhada pelo presidente da Mesa Diretora, o vereador Rogério Quadros. Durante este período, a Câmara ficou fechada inclusive para funcionários, que não puderam entrar.

Não há comentários aprovados neste post!

Curta e Compartilhe


Horário das orações:


Foz do Iguaçu

Busca

Arquivos

Tag