SBI

31 de agosto, 2016

Senado decide se afasta Dilma Rousseff definitivamente da Presidência


BRAZIL-IMPEACHMENT-TRIAL_UESLEI MARCELINO_REUTERS_src
No início da sessão, o presidente do STF, que conduz o julgamento, vai ler um relatório que resume o processo e traz argumentos da acusação e da defesa
Por Estadão

O Senado está reunido agora para concluir o processo de impeachment da presidente da República afastada, Dilma Rousseff. Os senadores vão decidir se a presidente cometeu crime de responsabilidade e deve ser afastada definitivamente do cargo ou não nesta quarta-feira (31).
Se pelo menos 54 entre os 81 senadores optarem pela condenação, Dilma terá o mandato cassado e ficará inelegível por oito anos. Com a saída de Dilma, o vice Michel Temer assume efetivamente a Presidência do Brasil, ainda nesta quarta-feira. Caso o número mínimo exigido de votos pelo impeachment não seja alcançado, Dilma retorna ao cargo.
No início da sessão, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que conduz o julgamento, vai ler um relatório que resume o processo e traz os argumentos da acusação e da defesa. Depois, quatro senadores poderão encaminhar a votação, dos quais dois favoráveis ao impeachment e dois contrários.

Não há comentários aprovados neste post!

Curta e Compartilhe


Horário das orações:


Foz do Iguaçu

Busca

Arquivos

Tag